Rádio América contra as #FakeNews

Rádio América contra as #FakeNews

Radio America | Rádio América

03/03/2020 4:08 pm | Atualizado em: 03/03/2020 4:08 pm

Quais os impactos que uma notícia falsa pode acarretar na vida de uma pessoa e na sociedade como um todo? Com o crescente acesso e popularização da internet entre os brasileiros, essa questão tem se tornado cada vez mais relevante, aumentando a preocupação com as popularmente chamadas “Fake News”.

Um estudo inédito do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT, na sigla em inglês), dos Estados Unidos, publicado na revista Science (2018), mostra que as notícias falsas se espalham 70% mais rápido do que as verdadeiras. A análise foi feita ao longo dos anos de 2006 e 2017, com checagem de notícias por 6 agências, tendo como fonte as redes sociais.

Com o objetivo de levar a conscientização sobre esse problema que atinge a população, a Rádio América AM 750 lança sua campanha contra as “Fake News”. Com mais de seis décadas de tradição, nossa emissora investe no trabalho responsável de jornalistas e profissionais da comunicação, na produção de conteúdos de credibilidade.

Cada informação que chega até nossa redação é apurada e confirmada por meio de checagem direta com as fontes ou por pesquisas de instituições com respaldo nacional ou internacional.

Confira algumas das chamadas sobre a nossa campanha:

A Rádio América também destaca a sua importância no combate ao compartilhamento das notícias falsas. Ao receber qualquer conteúdo em seu WhatsApp, Facebook, Instagram ou Youtube, siga os seguintes passos:

  1. ANALISAR

Leia a informação com atenção. Note a existência de palavras em letras maiúsculas, exclamações, abreviações, erros de ortografia e excesso de adjetivos. Esteja em alerta para textos com expressões opinativas (quando não se trata, explicitamente, de uma coluna ou blog), sensacionalistas e dados sem fontes.

  1. PESQUISAR

Estar na internet não é um atestado de credibilidade, tendo em vista a facilidade para aberturas e publicações de novos sites. Fique atento a plataformas que usam nomes parecidos aos de veículos de comunicação de renome, que não identificam a autoria e não possuem informações de contato. Sempre verifique a informação em veículos tradicionais de imprensa.

  1. CONFIRMAR

Em alguns casos, um conteúdo falso nem sempre é 100% mentiroso. Às vezes é só um trecho usado fora de contexto ou uma matéria muita antiga compartilhada como nova. Essa manipulação contribui para a desinformação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *