Notícias

 

Envio missionário de dom João Justino e celebração dos 19 anos de ordenação episcopal de dom Walmor

Imagem: Arquidiocese de BH

Imagem: Arquidiocese de BH

Muita alegria e gratidão marcaram o momento especial que celebrou o envio missionário de dom João Justino para a Arquidiocese de Montes Claros e os 19 anos de ordenação episcopal do arcebispo dom Walmor. Centenas de fiéis se reuniram na noite desta quarta-feira, dia 10 de maio, no Santuário Arquidiocesano São Judas Tadeu durante a Missa, que foi presidida pelo arcebispo dom Walmor e concelebrada por dom João Justino, dom Joaquim Mol, dom Edson Oriolo, dom Otacílio Lacerda, dom Geovane Luís, dom Geraldo Gusmão e o reitor do Santuário, padre Aureo Nogueira.

Durante a homilia, dom Walmor falou sobre a missão dos bispos, destacando que é uma alegria ter a oportunidade de servir: “o bispo é chamado a ser reconhecido não por suas roupas ou por sua posição, mas por proclamar a palavra com alegria, ajudando as pessoas para que elas possam sempre encontrar o encantamento pelo Pai. Eu considero um grande privilégio e me sinto muito feliz por ser o primeiro servidor de nossa amada Arquidiocese de Belo Horizonte e agradeço a dom João Justino pelos cinco anos de ministério em Belo Horizonte, um bonito caminho construído com dialogo e partilha”.

Ao final da celebração, crianças do Colégio Santa Maria, representando toda a Arquidiocese de Belo Horizonte, homenagearam dom Walmor cantando a música do Projeto de Evangelização Proclamar a Palavra, que foi composta pelo Arcebispo. As crianças também entregaram um presente especial: um livro com desenhos feitos por elas em homenagem a dom Walmor. Também sacerdotes, leigos, representantes de pastorais e movimentos da Arquidiocese de Belo Horizonte homenagearam dom Walmor. O bispo auxiliar dom Joaquim Mol destacou que dom Walmor, como primeiro servidor da Arquidiocese, atua em muitas frentes: além do serviço pastoral, sempre próximo às comunidades de fé, ele é responsável por muitas instituições que oferecem serviços de saúde, educação, comunicação e, principalmente, de cuidado com aqueles que mais precisam.

Envio missionário de dom João Justino

Imagem: Arquidiocese de BH

Imagem: Arquidiocese de BH

Com muita emoção, padres e leigos também homenagearam dom João Justino. Após cinco anos de trabalho como bispo auxiliar da Arquidiocese de Belo Horizonte, dom João foi nomeado pelo Papa Francisco arcebispo coadjutor da Arquidiocese de Montes Claros. “Tive aqui em Belo Horizonte, com nosso pastor dom Walmor, o aprendizado de como ser um bispo. A Arquidiocese, com toda a sua diversidade, é uma grande escola. Agradeço a todos que me auxiliaram durante estes anos de trabalho” disse dom João, que leu uma carta especial de agradecimento. Dom Walmor lembrou que dom João Justino, que é de Minas, agora irá também aprender a ser Gerais, conhecendo as muitas realidades mineiras.

Jovens da Arquidiocese de Belo Horizonte homenagearam dom João, que trabalhou com bispo referencial para juventude, entregando uma cruz da Jornada Mundial da Juventude. A Região Episcopal Nossa Senhora da Piedade, da qual do João foi bispo referencial durante estes cinco anos, convidou o grupo folclórico Sarandeiros para apresentar uma importante tradição folclórica de Montes Claros, os grupos de catopês, que tradicionalmente se apresentam no mês de agosto e homenageiam Nossa Senhora.

A Missa que marca o início do Ministério Episcopal de dom João Justino em Montes Claros será neste sábado, dia 13 de maio, às 9h, na Catedral Nossa Senhora Aparecida.

Fonte: Arquidiocese de BH

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

 

Rádio américa na rede